|||

Manuel García

É sempre estimulante encontrar novos intérpretes, compositores ou cantores. A descoberta da poesia através da música foi sempre uma das minhas motivações, sobretudo quando essa poesia me transmite uma realidade distinta da que se me depara no dia-a-dia.

Há algo de fascinante na ideia de migração, fluxo, aculturação. E há um eixo que me intriga: o da emigração italiana para a América do Sul.

Cheguei a Manuel García através de Alessio Arena. E com ele, às paisagens do Atacama. Manu é um trovador. Um poeta.

Uma descoberta feliz, que me acompanha há já algum tempo, e que convosco partilho.

Venga la vida,
Deje su canción
En la copa de oro
Llamada juventud.

Sus estaciones
Cuatro llaves son
Para abrir el dolor,
El amor, vivir, morir.

Fragua en el fuego de los nuevos años
Lanzas para todos los venenos
Siembra sobre el suelo bueno
Tu semilla.

Lave dios en su llanto tus camisas
Y en tu risa tome forma el arrebol
En el gobierno de tus besos
Funde su razón el sol
De esta llama que se extingue a prisa
La vida.

Bebe la vida,
Líbale a su flor
Corazón, el candor, se resiste a la erosión.

Fragua en el fuego de los nuevos años
Lanzas para todos los venenos
Siembra sobre el suelo bueno
Tu semilla.

Venga la vida, deje su canción
En la copa de oro
Llamada juventud.

Up next Ernesto Castro (entrevista) Nights that Won’t Happen
Latest posts GUIMARÃES - CIDADE VISÍVEL #1 A CONSTRUÇÃO ILUSÓRIA DO “EU”* China Short Stories #2 O sistema de rede: um novo paradigma A inevitabilidade dualista da relação corpo/mente A nostalgia do tempo ou a ausência do mito untitled El panteix, el desmai El que sento no pateix desgast de temps o tempo perdeu a poesia o olho que se fecha A falsa oposição entre cultura e técnica questões em torno da democracia digital Blade Runner — A Nostalgia do Futuro A experiência do sublime na obra de Caspar David Friedrich A nova geografia do espaço público nuvem de pó o meu primeiro trabalho Da Cibercultura às Indústrias Culturais Suportes digitais: memória ou esquecimento? Cibercidades: um novo espaço público? Moisés Mori Estenc la mà A dissonância concordante Fred G. Korth And Other Stories #1 Outras Luzes Pat Metheny em Guimarães 2012 Close to Home dança em debate Oblivion #1